Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dicas e Informações Úteis

Obtenha aqui mais conhecimento e dicas úteis sobre variados temas.

Dicas e Informações Úteis

Obtenha aqui mais conhecimento e dicas úteis sobre variados temas.

Pois isto é tudo muito bonito mas depois de expremido não sai nada.

Tinha visto um CET no site do IEFP que começaria dia 11 de Julho de 2016 no Seixal.

 

Lá, informava que era preciso o 11º ano e que seriam 1375 horas.

Deixo aqui algumas informações úteis para que se possam orientar.

 

1º - A pré-inscrição feita pelo portal do iefp não vale de muito. Mais vale ir diretamente ao centro de emprego e dizer que se quer candidatar ao CET. Eu acho que eles nem vêm as pré-inscrições feitas online.

 

2º - Recebi a carta para me apresentar com o respetivo certificado de habilitações no centro de formação do Seixal mas ás tantas chegou-se à conclusão que o CET era só para quem tinha nivel 4 em informática.

Ou seja, o 12º ano completo é o nivel 3 mas o 12º ano completo numa área técnico-profissional dá o nivel 4.

 

3º - Este CET não era financiado. Davam sim, uma senha para almoçar no refeitório do instituto e também o subsidío de transporte. Adicionalmente davam um subsídio para quem tivesse filhos e os tivesse que deixar em algum sitio como tempo extra. Mas não havia 150 euros ou 200 euros ou o que fosse extra como recebimento mensal.

 

4º - É de notar uma grande desorganização nos quadros superiores e até das politicas implementadas a este respeito pois ninguém se entende, a informação é dispersa e quem paga tudo isto são as pessoas e mesmo os formadores que não sabem bem com que linhas se cosem.

 

5º - Com o aparecimento dos Ctesp (Cursos técnicos profissionais não superiores) que duram 2 anos os CET tendem a desaparecer. Esta discussão já tinha sido lançada mesmo na comunicação social devido à mistura de Ctesp que dura 2 anos com os CET que duram 1 ano e meio.

Portugal neste aspeto está muito confuso. Bem, se fosse só neste aspeto estávamos nós bem.

 

Resumindo e concluindo:

 

Não sei se não será melhor fazer um Ctesp. Parece que é mais moderno e parece ser a moda agora por forma a criar uma mão de obra qualificada que não tem propriamente uma licenciatura mas que sabe meter as mãos na massa e fazer bem o trabalho. De resto é um problema apontado ao nosso país, isto é, o fosso existente entre quem não tem habilitações e entre quem tem habilitações a mais. 

 

Os Ctesp têm um estágio no final (4º semestre) pois as instituições têm protocolos com as empresas e em Setúbal por exemplo tem o custo de 75 euros por mês. O que dá 750 euros em 10 meses. Pelo menos no de informática.

 

Vamos ver no que isto dá, mas pelo que vi é no privado ondem mais Ctesp existem a um preço médio de 180 euros mensais.

Na pública há muito menos oferta de Ctesp.

 

loading...