Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dicas e Informações Úteis

Obtenha aqui mais conhecimento e dicas úteis sobre variados temas.

Dicas e Informações Úteis

Obtenha aqui mais conhecimento e dicas úteis sobre variados temas.

Hoje temos fado no google. Quem nunca ouviu nas letras de fado, a severa, a severa foi-se embora, o tempo para mim parou, etc. Quem é afinal a Severa tantas vezes evocada nos fados?

 

severa.jpg

 

É considerada a fundadora do fado, Maria Severa Onofriana.

Se Amália foi a maior cantora, a Severa foi uma figura mitica nascida a 26 de Julho de 1820 na Madragoa e que animava as noites Lisboetas a cantar e a tocar guitarra. Conta-se que um dos seus amantes foi o Conde de Vimioso.

 

Viveu apenas até aos 26 anos (faleceu em 1846) mas a sua memória perdurará para sempre.

Hoje é o 196º aniversário do seu nascimento e é por isso que o google a destaca na página inicial.

 

A sua mãe tinha uma taberna e era uma conhecida prostituta da Mouraria, o pai era de etnia cigana.

A Severa começou também cedo nessa profissão e dela se contam muitas histórias não se sabendo até que ponto sejam verdadeiras ou não.

 

Na Mouraria existe o largo da Severa onde está a sua casa com uma guitarra desenhada no chão.

É possível ler-se as seguintes palavras em frente à sua casa:

 

“Nesta casa viveu Maria Severa Onofriana / Considerada na época a expressão sublime do Fado / Faleceu em 30-11-1846 com 26 anos de idade / Lisboa 3-6-1989”.

 

sitio-do-fado-casa-da-severa.jpg

 

Esta placa foi inaugurada por Amália Rodrigues.

 

E o que é afinal o fado? Conta-se que as suas últimas palavras foram "Morro sem nunca ter vivido", e no entanto foi ela e o seu modo de vida a expressão sublime do Fado.

 

Uma vida boémia, uma beleza impar e um cantar emotivo.

 

maria-severa-onofrianas-196th-birthday-51338393797

 

 

Uma vida curta/trágica o suficiente para marcar o seu lugar na história de Portugal.

 

Morreu de tuberculose num bordel (rua do capelão, freguesia do socorro) tendo sido sepultada numa vala comum sem caixão no cemitério do alto de são joão.

 

loading...